Termos de uso | Política de Privacidade | Fale Conosco
Página Inicial

 

Patrocínio

Usuários

Usuários Cadastrados:
Hoje: 0
Ontem: 0
Total: 1138
Último: JAIKABULO

Quem está online:
Visitantes : 3
Usuários : 0
Total: 3
Listar Usuários [pop-up]

Cadastre seu e-mail e receba gratuitamente as novidades

Entrar

Google
 
Política : TADEU ASSUME A PREFEITURA DE LUÍS GOMES: OS “NUNES” OUTRA VEZ NO PODER
Enviado por Luciano Pinheiro de Almeida em 02/10/2011 11:50:00 (3947 leituras) Notícias do mesmo autor

Prometendo priorizar todas as áreas, fazer uma administração com a cabeça e o coração, mas, usando mais a cabeça, assumiu a prefeitura na noite de ontem, 01 de outubro de 2011, por volta das 19h30m, o médico Francisco Tadeu Nunes (PPS), após renúncia do prefeito Carlos José Fernandes (PP) que partiu as pressas de Luís Gomes sem ao menos explicar pessoalmente para o povo os reais motivos de sua decisão.

Destacou o novo prefeito no seu discurso de posse que na área da Educação iria “fiscalizar a merenda escolar porque as crianças merecem uma merenda de qualidade”. Deixou claro que ia fazer pequenas mudanças no secretariado. Focou na de Agricultura quando disse de algumas medidas seriam adotadas para resolver alguns problemas, dando a entender que a pasta terá um novo secretário. Tratou do tema Saúde e destacou a questão da roubalheira, dos desvios de recursos que há nessa área em todo o país. Disse que ia atrás de médico para ter atendimento todo dia e o dia todo no Hospital Municipal Vereador Antonio Linhares. “Não é chegar lá no hospital, dá duas três horas e ir embora. Quem quiser ficar, vai ganhar bem, mas vai trabalhar 24 horas dando assistência ao povo de Luís Gomes”.

Há cerca de dois meses acompanhei, como fiscal da coisa pública, o trabalho de alguns médicos do PSF de Luís Gomes e constatei que Francisco Tadeu, agora prefeito, como médico de uma equipe de PSF do nosso município, de 32 horas semanais que deveria ser dada nas comunidades de São Bernardo, Alto dos Cândidos e Barro Vermelho, cumpria uma média de apenas 04 horas de trabalho para ganhar em torno de 6.300,00 por mês/bruto. A rotina do seu colega Dr. Pio X, também do PSF, não é lá muito diferente. Num único dia consegue fazer a mágica de atender Carneiros, Lagoa de Pedra e Lagoa do Mato. Baixio não entra na conta porque faz tempo que ele não pisa por lá. Ambos ainda possuem contrato no Serviço Público que contraria a Lei Federal. A lei limita, no caso de profissionais da saúde e professor, a dois contratos e a uma carga-horária semanal de até 60 horas. Tadeu tinha contrato de 76 horas, até ontem. Antes de assumir a vice-prefeitura chegou a ter contrato que somava mais de 100 horas semanais. Quanto ainda ao médico Pio X, sua carga horária chega a 114 horas, distribuídas em seis unidades de saúde diferente. Frequentemente Pio X chega para o seu trabalho no Hospital de Luís Gomes com horas e horas de atraso. Será que o prefeito Francisco Tadeu vai resolver esses e outros problemas como a da sua irmã Maria Marta Nunes que desde que tomou assinou contrato, há quase três anos, como enfermeira de uma das Equipes do PSF de Luís Gomes, ganha sem nunca ter ido ao local de trabalho?

Ainda no seu discurso Tadeu falou do problema da água em Luís Gomes e disse que ia até a governadora do estado Rosalba Ciarline tentar resolver o problema e que se não resolvesse a situação, não é porque ele tinha se “acomodado e sim porque os representantes do nosso estado não quiseram resolver”. Finalizou sob aplausos dizendo que pretendia fazer uma administração, coerente, honesta, sincera e moralizar a administração pública no município de Luís Gomes.

Nativo deste chão de muitas lutas políticas, de passado de disputas pelo poder acirradas e sangrentas, Tadeu nasceu em 28 de outubro de 1954, no sítio Monte Alegre, lugar entre as Serras de São José e do Bom Jesus e que segundo se diz nunca vai pra frente devido histórico de maldade, perversidade, de seus antigos proprietários, Tenente Fortunato de Almeida e Antônio Brenkenfelds.

A família Nunes, de onde ele descende, entrou no que é hoje o município de Luís Gomes no ano de 1853 quando o João Felipe de Andrade (o velho) comprou as terras do sítio Barra do Tigre, hoje Tigre de Baixo, ao Capitão José Joaquim de Almeida e sua esposa Rita de Almeida Pedrosa, por trezentos mil réis, em 09 de dezembro. Mais tarde o seu filho João Felipe, depois Tenente e primeiro administrador de Luís Gomes, adquiriu a Dona Maria Gomes Brasil, viúva de Tenente Fortunato de Almeida, as terras do Monte Alegre, em 03 de maio de 1873. Do tenente vieram alguns filhos, com duas esposas diferentes, um deles José Firmino de Andrade, pai de Francisco Pinheiro Nunes (Zé Firmino), de quem nasceu Francisco Tadeu Nunes, o segundo da prole.

Os Nunes assumiram a administração do município em quatro momentos: Tenente João Felipe de Andrade Nunes, em 06 de agosto de 1890 e em 04 de janeiro de 1891; Jáder Torquato do Rego, em 31 de março de 1963 e Gentil Firmino Nunes, em 31 de janeiro de 1969. A chegada de Tadeu a prefeitura de Luís Gomes, mesmo que temporariamente, representa um rompimento, a chegada ao poder de outro grupo familiar. Certamente os Fernandes, liderado por Pio X, “tá com um medo lascado”, dessa nova situação. Quem garante que Tadeu não vai querer criar asas, depois do primeiro encontro que ele tiver com Francisco Pereira de Morais? Bem verdade que o FPM não tá lá essas coisas, mas para quase tudo se dá um jeito. Ora, se Fernandes com Fernandes não conseguiram se entender, colocando em risco o Poder e de quebra minando a relações familiares, imagine Nunes com Fernandes.

Uma coisa pode ser dita, com certeza: se discurso de político fosse igual a “prego batido ponta virada”, pelo que ouvi do prefeito que tomou posse ontem, ele continuará sendo subserviente a Pio X Fernandes, totalmente. Infelizmente palavra de político geralmente não é garantia de muita coisa, é mais risco n’água. Pensando assim, tudo é possível. Também porque eu conheço os Nunes e geralmente eles não são de admitir cabresto no pescoço. O caso de Tadeu é uma exceção, um caso a parte. Tenho pena dele quando um dia desencarnar, vai levar uma surra de língua do seu bisavô tenente João Felipe, umas chibatadas do seu avô, o “Capitão Dourado” (José Firmino) e uns gritos de Jáder, Israel e Gentil. Mas há tempo para se redimir, há tempo para quase tudo, basta tentar. O purgatório é aqui mesmo. O custo é dá o primeiro passo.

Participei da posse de ontem por obrigação, também muito mais como um simples expectador. Sentado do meu lado esquerdo ficou o ex-prefeito Pio X. Nem esperei que ele fosse está presente. Procurei me comportar assim para entender melhor as coisas. Ali pude ver o pequeno grupo fiel a Carlos José, visivelmente triste e ainda desnorteado, forçado pelas circunstâncias a marcar presença para não ver os privilégios escaparem pelo ralo. Também o pessoal de Pio X, que vive situação parecida e que, ainda, igual aos do outro, jamais quis ver Tadeu prefeito de Luís Gomes. Fico imaginando o quanto não foi torturante para eles, inclusive para Pio X Fernandes, presenciar aquela cena.

O “povão de Tadeu”, hoje disperso, a maioria ficou do lado de fora da Câmara, se espremendo na janela ainda sem acreditar no que estava acontecendo, esperando-o para ir deixá-lo em sua casa e foi isso que aconteceu. Pude sentir que a maioria deles não consegue enxergar as limitações que o novo prefeito tem pela frente. Muitos, certamente, estavam ali pensando que agora iam ter vez, quem sabe, conseguir um empreguinho, um cargo comissionado. Infelizmente poucos desses, talvez quase nenhum, conseguem compreender de fato como as coisas funcionam. Principalmente verão suas expectativas virarem fumaça caso Tadeu decida levar adiante as conversas mantidas no curto período de transição, a reunião que aconteceu na véspera da renúncia na casa do prefeito Carlos José. Ali se definiu quem deveria continuar no jogo, o quadro dos privilegiados e também o destino dos que ganhavam com a cara. Quando a ficha cair para esse povo, os correligionários do novo prefeito, e não vai demorar, vai ser uma treva, uma grande decepção.

Tadeu entrou na política luisgomense como vereador no ano de 1988. Foi eleito para dois mandados consecutivos. Foi o único político que de fato assustou o grupo liderado pelo Padre Raimundo Osvaldo Rocha e seus séquitos. Nas eleições para o executivo de 1996, faltaram menos de meia centena de votos para a queda de um poder que na época conduzia os destinos do município por mais de 30 anos. Houve quem afirmasse ter sido uma das eleições mais concorridas da história política deste município. Mais tarde, nas eleições seguintes, disputou com Pio X e quase conseguia a vitória. Dizia nos seus discursos, no calor da eleição, que nunca se aliaria aos Fernandes e ficou desacreditado como força de oposição quando mais tarde não honrou sua palavra e se entregou de corpo e alma ao médico Pio X, deixando sem um norte político, sem uma liderança de oposição, quase metade da população luisgomense. Como recompensa ele e sua família foram agraciados com empregos e outros privilégios.

Por enquanto Tadeu é apenas mais um jogador que entra em campo, como centro-avante, para substituir Dedezinho que abandonou sorrateiramente a partida, aos “40 minutos do primeiro tempo”, sem fazer nem uma jogada brilhante e, para surpresa de muitos, inclusive da torcida vip, ainda saiu responsabilizando o técnico Pio pelo fiasco que foi a sua participação na pelada. O resultado do jogo, a partir de agora, vai depender muito da habilidade do novo jogador e da torcida. O segundo tempo vem aí. Quem sabe essa pelada não vira um clássico digno de ser registrado nos anais da história luisgomense? Bola pra frente.

Luciano Pinheiro de Almeida, professor, sindicalista e vereador pelo Partido dos Trabalhadores (PT/RN).

Classificação: 8.00 (50 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
29/07/2014 16:06:44 - SMART - Mercantil Araújo
06/03/2014 09:00:00 - CENTRO DIGITAL INFORMÁTICA
22/01/2014 09:50:39 - Previsão aponta para mais um ano de seca no Nordeste do Brasil
03/12/2013 12:00:00 - Luís Gomes irá receber dois médicos do Programa Mais Médicos
25/10/2013 16:00:00 - CHÁCARA JADER TORQUATO ESTÁ À VENDA



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

Nossa gente!

15 03 09 1720

15 03 09 1720